• (13) 3847-7000
  • Compartilhe

Recicle seu lixo e vamos fazer uma Miracatu mais limpa

Agricultura - 24/11/2020 | 14:18

Foto:

A Prefeitura de Miracatu agora conta com um Núcleo de Educação Ambiental e Coleta de Resíduos recicláveis. Este é o projeto do Departamento Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com os Departamentos de Educação e Assistência Social. Todo material depositado irá ser revertido para o Fundo Social de Solidariedade do município.
Mas para isso, a administração conta com a colaboração da população na conscientização da importância em realizar a coleta seletiva, separando assim o lixo orgânico dos materiais recicláveis.
O Nucleo de Educação Ambiental fica localizado na Rua Adoniran Barboza, 131 (Antiga Escolinha Municipal), no Jardim Yolanda. O município conta também com um Ecoponto no Viveiro Municipal, situado na Rua Mascarenhas de Moraes, no Bairro Estação. Os dois locais estão a disposição dos moradores de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h, como alternativa ambientalmente correta para descarte dos resíduos sólidos recicláveis (metais, plásticos, papéis, vidros e materiais eletrônicos).

Qual a importância da separação do lixo para reciclagem de materiais?
A reciclagem retira do lixo vários materiais que levariam muito tempo para se decompor no meio ambiente. O plástico, por exemplo, leva 450 anos e o vidro até um milhão de anos. Infelizmente, a maior parte dos resíduos domésticos vai parar em lixões a céu aberto ou em aterros sanitários cuja capacidade máxima já está próxima do limite.
A reciclagem doméstica é fundamental para melhorar esse problema, além de ser super fácil e eficaz. Veja algumas das medidas que você pode aplicar no cotidiano.
– Separe os materiais orgânicos dos recicláveis: O lixo orgânico é aquele que provém de origem animal ou vegetal, como; restos de alimentos, madeira, cascas, sementes, dentre outros, e deve ser descartado em um recipiente próprio. Resíduos como alumínio, plásticos, papéis secos, metais e vidros podem ser reciclados. O que não vai para o lixo reciclável: Papel-carbono, etiqueta adesiva, fita crepe, guardanapos, fotografias, filtro de cigarros, papéis sujos, papéis sanitários, copos de papel. Cabos de panela e tomadas. Clipes, grampos, esponjas de aço, canos. Espelhos, cristais, cerâmicas, porcelana. Pilhas e baterias de celular devem ser depositadas em coletores específicos (LIXO ELETRÔNICO).
– Como enviar o lixo para reciclagem: Lave (de preferência com água de reuso) as embalagens do tipo longa vida, latas, garrafas e frascos de vidro e plástico. Seque-os antes de depositar nos coletores. Papéis devem estar secos, podem ser dobrados, mas não devem ser amassados. Embrulhe vidros quebrados e outros materiais cortantes em papel grosso (do tipo jornal) ou colocados em uma caixa para evitar acidentes. Garrafas e frascos não devem ser misturados com os vidros planos.
– Separe o óleo de cozinha usado: guarde o óleo usado em garrafas ou recipientes fechados com tampa e envie-os para reciclagem. A Prefeitura de Miracatu conta com coleta de óleo usado no programa “De olho no óleo”.
– Separe o lixo eletrônico: Nunca jogue lixo eletônico fora! O descarte incorreto pode contaminar o solo com os componentes pesados. Eletrodomésticos podem ser enviados a ferro velhos ou procurar a empresa fabricante para saber se eles têm alguma política de logística reversa. No Ecoponto do Viveiro também recolhe o lixo eletrônico (pilhas, baterias, celulares, etc).
– Coleta seletiva: além de separar o que é reciclável do que não é, quando possível, separe em recipientes de cores diferentes: papel, plástico, vidro, metal, lixo orgânico e materiais não recicláveis.
A educação ambiental começa em casa!




Mais Notícias sobre Agricultura

Últimas Notícias